Participe. Dê um power boost a EVANS na próxima corrida

Tendo sido contratado pela Jaguar Racing antes da temporada de estreia, o piloto Kiwi Mitch Evans continua na lendária equipe britânica em sua quinta temporada no ABB FIA Formula E World Championship. Ele demonstrou um ritmo muito bom e prometia muito na Temporada 6, e terá como objetivo dar um passo adiante em 2020/21.

Evans começou sua carreira no automobilismo no kart aos seis anos e venceu o Grande Prêmio da NZ aos 16. Orientado pelo experiente piloto Mark Webber, o jovem piloto conquistou o título da GP3 em 2012. Mudando para a GP2 em 2013 com 18 anos recém-completados, ainda novato, tornou-se o mais jovem piloto da história da GP2 a subir ao pódio depois de terminar em terceiro em Sepang, na Malásia.

Começando sua carreira nas corridas de carros 100% elétricos em 2016 na temporada de estreia da Panasonic Jaguar Racing, a primeira temporada do piloto neozelandês foi marcada por um ótimo quarto lugar no México. Permanecendo na equipe para uma segunda temporada (2017/18), Evans conseguiu uma série de performances promissoras, inclusive o primeiro pódio da Jaguar em Hong Kong e uma Julius Baer Pole Position em Zurique. Apesar de não ter conquistado nenhuma vitória naquela temporada, Evans superou seu companheiro de equipe Nelson Piquet Jr, terminando duas posições à frente do brasileiro e em sexto no geral.

Na temporada 2018/19, Evans permaneceu na equipe britânica. Pilotando o Gen2 Jaguar I-Type 3 da equipe, o piloto Kiwi garantiu a primeira vitória dele e da Jaguar na Fórmula E em Roma. Chegando à rodada final em Nova York, Evans estava entre os oito pilotos na disputa pelo título, mas ficou para trás após uma batida com Lucas di Grassi, da Audi, na corrida final e acabou o ano em quinto.

Já em sua terceira temporada, Evans continua na Panasonic Jaguar Racing ao lado do estreante britânico James Calado. A dupla estará ao volante do novo I-Type 4 da marca britânica na disputa pelo título da Fórmula E 2019/20.

Evans se recuperou de um mau começo na rodada dupla de abertura de Diriyah para se tornar um dos primeiros candidatos ao título em 2019/20. O piloto Kiwi subiu ao pódio em Santiago com uma vitória impressionante na Cidade do México e, apesar de um contratempo na classificação em Marrakesh, escalou o pelotão largando da última posição para terminar em sexto.

Com a temporada sendo retomada nas seis corridas em Berlim, depois de terem sido paralisadas por causa da pandemia de coronavírus, Evans e a Jaguar não mantiveram o bom momento anterior e ficaram para trás na classificação final.

Continuando na equipe pela quinta temporada, Evans vai tentar recuperar a forma desde o início da temporada passada. O Kiwi terá a companhia de Sam Bird no ABB FIA Formula E World Championship 2020/21, reunindo duas estrelas de sucesso da Fórmula E em uma das duplas mais fortes do grid.

Mitch Evans x os britânicos em 2018

Mitch Evans, da Panasonic Jaguar Racing, supera alguns rostos famosos no rFactor 2 no Brit Awards em 2018.

MAIS PERFIS