Regras e regulamentos

As regras fundamentais do ABB FIA Formula E World Championship

Não dá para mudar as regras básicas do automobilismo, então quais são as fundamentais para se conhecer quando se assiste à Fórmula E? Veja como competir, perder e ganhar. 

Fórmula E explicada

Tudo o que você precisa saber sobre a categoria do automobilismo mais intensa e disputada do planeta. 

Abaixo está uma breve visão geral das regras e dos regulamentos, mas não se preocupe, pois não será nada muito técnico. Vamos deixar isso para a FIA, o órgão que regulamenta o automobilismo. Clique aqui para ter uma visão mais detalhada das regras e dos regulamentos. 

Campeonato e classificações

O ABB FIA Formula E World Championship tem dois títulos à parte: um dedicado aos pilotos e o outro dado às equipes. O campeonato de pilotos é conquistado por qualquer piloto que tenha acumulado mais pontos durante os sete meses de temporada. Já o campeonato por equipes é decidido calculando-se as pontuações dos dois pilotos de cada equipe ao longo da temporada.

Sistema de pontuação

A Fórmula E segue um sistema de pontuação padrão, usado em outras categorias sancionadas pela FIA - dando pontos aos 10 primeiros colocados.

  • 1º - 25 pontos
  • 2º - 18 pontos
  • 3º - 15 pontos
  • 4º - 12 pontos
  • 5º - 10 pontos
  • 6º - 8 pontos
  • 7º - 6 pontos
  • 8º - 4 pontos
  • 9º - 2 pontos
  • 10º - 1 ponto


Também são dados pontos adicionais pela Julius Baer Pole Position e pela volta mais rápida no treino classificatório e na corrida – mais detalhes sobre esses dois itens abaixo.

O piloto que larga na frente (Julius Baer Pole Position) ganha três pontos extras, e o piloto que consegue a volta mais rápida durante a classificação recebe um ponto adicional.

Durante a corrida, o piloto que faz a volta mais rápida também recebe um ponto adicional. No entanto, o piloto deve terminar entre os 10 primeiros para receber o ponto extra pela volta mais rápida. Do contrário, o piloto entre os 10 primeiros com a segunda volta mais rápida fica com o ponto extra.

Julius Baer Pole Position: 3 pontos

Piloto mais rápido na classificação: 1 ponto

Volta mais rápida na corrida: 1 ponto (caso termine entre os 10 primeiros)

Formato do dia da corrida

Shakedown

Na maioria dos E-Prix, na sexta-feira, um dia antes do evento principal, é realizada uma sessão de shakedown - isso, porém, depende da disponibilidade da pista (em nosso caso, as ruas da cidade). Os pilotos usam essa sessão para verificar os sistemas eletrônicos e a confiabilidade do carro, mas não o desempenho geral, já que os carros correm a uma velocidade reduzida.

Neste momento, as zebras, as características e o layout da pista podem ser verificados pela FIA, levando-se em conta os comentários dos pilotos dados no briefing.

Potência: a potência está limitada a 110 kW.

Treino livre


Cada evento tem duas sessões de treino livre: uma inicial de 30 minutos, seguida de outra também de 30 minutos. Isso se reduz a apenas uma 30 minutos no segundo dia de uma rodada dupla. Trata-se da primeira vez em que as equipes e os pilotos vão para a pista com voltas cronometradas, para que sintam a pista e se adaptem aos ajustes do carro. Embora o cronômetro esteja ligado, esse tempo não conta para o resultado final. Afinal, é apenas um sessão de treino.  

Potência: 250 kW totalmente disponíveis.


Formato do treino classificatório

O novo formato do treino classificatório na Temporada 8 permite às melhores equipes e pilotos mostrar toda a velocidade e habilidade, embora mantenha a possibilidade de qualquer piloto aparecer, tirar uma volta da cartola e se classificar na primeira fila.

Na fase de grupos, são dois grupos de 11 pilotos, na ordem em que se encontram no campeonato mundial de pilotos, com todos usando 220 kW para marcar os tempos de volta em uma sessão de 10 minutos, com os quatro mais rápidos de cada grupo avançando para a fase dos duelos. Esses oito vão acabar se enfrentando nas quartas de final, em disputas individuais eliminatórias usando 250 kW, prosseguindo assim até as semifinais e, então, até a final.

quali_16x9

O piloto vencedor do duelo final fica com a Julius Baer Pole Position, e o segundo colocado larga na segunda posição do grid. Os semifinalistas largarão em terceiro e quarto lugares, e aqueles que chegaram às quartas de final, entre o quinto e o oitavo lugares - de acordo com os tempos de vida.

Os pilotos do quinto ao 12º lugar que disputaram a fase de grupos no grupo do qual veio o pole position vão preencher as posições ímpares do grid. E os pilotos vindos do outro grupo vão se classificar nas posições pares do grid. Assim, se o pole vier do Grupo 1, o quinto colocado do Grupo 1 vai alinhar em nono no grid de largada e o quinto colocado do Grupo 2 vai ser o 10º e assim por diante.

Potência: 220 kW na fase de grupos e 250 kW nas disputas individuais.


E-Prix

As corridas, ou E-Prix, começam com uma largada parada, o que significa que os carros permanecem parados até que as luzes fiquem verdes. Os pilotos se alinham em um grid imaginário - a uma curta distância atrás da linha do grid real - e lentamente assumem as posições de largada. O E-Prix dura 45 minutos. Ao final, quando os 45 minutos acabarem e o líder cruzar a linha de chegada, ainda haverá mais uma volta até a corrida terminar. 

Introduzido na temporada 2018/19, o MODO ATAQUE permite que cada piloto utilize uma dose extra de potência por conta e risco próprios. Para acionar o MODO ATAQUE, os pilotos precisarão reorientar os carros, sair do traçado e passar pela Zona de Ativação. Como recompensa por seguir um traçado mais lento pela lateral, eles poderão aproveitar os 30 kW a mais de potência. Os pilotos que garantem a velocidade extra podem usá-la por algumas voltas quando querem pisar mais fundo, dando-lhes vantagem para se manterem à frente dos adversários.

Além disso, existe o FANBOOST - sua chance de mudar a corrida. Os cinco pilotos que ganham o aclamado FANBOOST – votado por vocês, os fãs – recebem um ganho extra de potência, que pode ser usado em uma janela de cinco segundos durante a segunda metade da corrida. Você pode votar para dar o FANBOOST a seu piloto favorito já seis dias antes da corrida e decorridos até 15 minutos de cada prova. Clique aqui para votar. 

Rodada dupla

A maioria dos eventos acontece ao longo de um único dia para impactar o menos possível a cidade anfitriã. No entanto, quando possível, alguns eventos acontecem ao longo de dois dias, com o dobro da ação - e eles são conhecidos como rodadas duplas. Os horários são espelhados em cada dia, com apenas uma sessão de treino de 45 minutos no segundo.

Pneus e alocação

Os pneus de 18 polegadas feitos sob medida e usados por todas as equipes e pilotos são fornecidos pela Michelin, o fornecedor oficial de pneus do FIA Formula E World Championship. Cada piloto pode usar até quatro novos pneus traseiros e quatro dianteiros em cada evento. Isso significa que eles precisam fazer dois jogos de pneus irem do shakedown até o final da corrida.  

Tempos de carga

A carga do carro é proibida durante o treino classificatório e a corrida, bem como no parque fechado e na perícia técnica. As equipes podem carregar os carros entre as sessões e durante os treinos.

e-License

Assim como uma carteira de habilitação, os pilotos da Fórmula E devem estar aptos a participar. Para disputar o FIA Formula E Championship, os pilotos devem cumprir o seguinte:

  • Os pilotos devem realizar uma sessão de treinamento específica da FIA voltada para a segurança elétrica, características específicas do carro da Fórmula E 100% elétrico, bem como analisar os aspectos técnicos e esportivos da categoria.
  • Os pilotos devem ter pelo menos 20 pontos nos últimos três anos, com o sistema de pontos da FIA - usado na classificação para uma Superlicença. Ou já ter tido uma Superlicença ou ter participado de pelo menos três eventos anteriores do FIA Formula E Championship.
  • O campeão da temporada anterior está automaticamente apto a receber uma Superlicença no ano seguinte.

Caso esses pontos não sejam atendidos - um piloto considerado pela FIA como tendo demonstrado capacidade excepcional de modo consistente em categorias de monopostos, mas com pouca ou nenhuma oportunidade para se qualificar, ainda assim pode participar.